Blog destinado ao estudo, compilação e análise de Pegadinhas de concursos públicos

A Análise de Pegadinhas

Reconhecendo uma Necessidade

A idéia central do nosso projeto baseia-se na necessidade, a nosso ver urgente, de se levar a sério o estudo das pegadinhas de concurso. Já que elas são um obstáculo real no caminho da classificação.

Não existem estatísticas sobre o efeito das questões com pegadinhas na reprovação dos candidatos. Mas na prática, todos sabemos que elas tem uma influência importante na eliminação de boa parte deles, já que induzem as pessoas a marcar as alternativas erradas nas provas.

Aliás, não existe praticamente nada em relação ao estudo e à compreensão do fenômeno das pegadinhas, apesar do importante papel que elas têm no contexto das provas dos concursos públicos.

Em nossa opinião, o mais urgente é possibilitar que os candidatos e os professores dos cursos preparatórios compreendam melhor o pensamento daqueles que criam questões com pegadinhas. Para isso, é preciso estudá-las detalhadamente, dissecá-las e entender melhor a sua estrutura.

Identificar uma pegadinha em determinada questão é muito diferente de entender como ela foi estruturada, a que tipo de candidato ela está tentando enganar, em que tipo de estado mental ela pressupõe que o candidato se encontra no momento da tentativa de resolução da questão, que espécie de mecanismo inconsciente  ela está tentando utilizar, por que ela vai funcionar com alguns candidatos e em determinadas circunstâncias e com outros não, e um sem número de outras perguntas até hoje definitivamente sem resposta.


As Pegadinhas como Objeto de Estudo

Em nossa opinião, a melhor forma de responder a essas perguntas é criando uma disciplina autônoma cujo objeto de estudo sejam as próprias pegadinhas. Por isso proponho que os maiores interessados, candidatos, professores de cursos preparatórios, juristas, e demais pessoas envolvidas no dia-a-dia da preparação para concursos comecem a observar com mais atenção essas ciladas que as bancas costumam colocar nas questões das provas.

Mas não basta observar. Não se trata de colecionar pegadinhas, mas sim reunir um corpo de conhecimentos, criar uma metodologia de análise, comparar tipos, desvendar suas estruturas, observar semelhanças e diferenças, perceber que bancas utilizam mais ou menos esta ou aquela estrutura para criar pegadinhas, escrever artigos e livros sobre o tema, debater sobre ele nos fórums e listas de discussões que há na Internet, enfim, dar às pegadinhas uma atenção proporcional aos problemas que elas criam para os candidatos.


Elaboração de uma Teoria

Se a idéia é criar uma nova disciplina com um objeto de estudo autônomo, tal disciplina necessita de uma formalização, um corpo teórico, conceitos, hipóteses e tudo o mais que diferencia um campo de estudo dos outros.

Ora, ninguém cria uma disciplina sozinho. Freud criou a Psicanálise e algumas pessoas têm sérias dúvidas sobre se ela existiria, caso Freud não tivesse nascido. Mas a Psicanálise tomou um rumo próprio e foi muito além das idéias básicas do seu fundador, ramificando-se em diversas escolas e criando abordagens distintas para o mesmo estudo.

Talvez o estudo das pegadinhas de concurso não tenha a mesma grandeza que tem a tentativa de compreensão dos processos inconscientes do ser humano, mas da mesma forma, é uma necessidade. Portanto, alguém tem que dar o pontapé inicial e começar a propor os fundamentos necessários à sistematização desse tipo de conhecimento.

Estamos propondo a começar a construir essa base através da criação de alguns pressupostos básicos para a elaboração de uma teoria das pegadinhas.  Já colocamos em outras páginas desse blog, o silogismo fundamental sobre o qual propomos seja desenvolvida a Análise de Pegadinhas. Recordando:

1 – Toda pegadinha tem uma estrutura
2 – Essas estruturas são em número limitado
3- Logo… elas podem ser classificadas

A partir dessa idéia básica, que considero a pedra fundamental da Análise de Pegadinhas, torna-se possível elaborar uma classificação das diversas estruturas, dividindo as pegadinhas em tipos.

Já identifiquei, diversas dessas estruturas usadas nas provas das várias bancas, e essa classificação será apresentada nos livros da série Pegadinhas assim como distribuída gratuitamente em nosso futuro e-book. 

Por que não Apresentar Logo a Classificação?
Acreditem, eu gostaria muito de fazer isso. Mas há dois bons motivos para não fazer isso de forma precipitada.

O primeiro é que é aconselhável fazer uma cuidadosa revisão dos argumentos utilizados na identificação de cada estrutura (cada uma delas corresponde a um tipo que criamos) para evitar ao máximo eventuais incoerências. Mesmo assim, sabemos que elas ainda poderão ocorrer, e quando isso acontecer, em vez de ficar teimosamente defendendo a minha opinião, humildemente irei pedir a colaboração de outras pessoas, muito mais bem preparadas do que eu, para sanar eventuais falhas conceituais.

O segundo é em respeito ao meu editor.  Não é fácil convencer uma editora a liberar gratuitamente uma parte do conteúdo de um livro que ela vai produzir arcando com todos os custos e riscos de distribuição sob a forma de um e-book que poderá ser livremente copiado e redistribuído pela Internet. A pergunta que me foi feita era inevitável? “Mas isso não vai concorrer com os nossos livros?

Na verdade, não. Pelo contrário, é necessário que as pessoas entendam que uma classificação das pegadinhas é não apenas condição necessária para o melhor aproveitamento dos livros, como também uma ferramenta auxiliar valiosa para a sua própria preparação para concursos.  O método vai estar no e-book e será gratuito. O candidato poderá queimar as pestanas, como eu fiz durante quase dois anos pesquisando questões com pegadinhas na rede, ou simplesmente comprar os livros a um preço módico e poupar-se de todo esse trabalho.

Peço a vocês um pouco de paciência. Creio que dentro no máximo dentro de três meses, talvez até antes, já teremos os livros “100 Pegadinhas de Direito Administrativo” e “100 Pegadinhas de Direito Constitucional” disponíveis nas livrarias de todo o Brasil. Quanto ao e-book, acredito que poderei ser autorizado a divulgá-lo um pouco antes, provavelmente no final de março ou no máximo em Abril.

Abraços do…

Eric Savanda

Anúncios

Comentários em: "A Análise de Pegadinhas" (2)

  1. Ola Eric, Muito boa sua ideia de classificar as pegadinhas. Vou certamente vou estudar o material do seu site. Acredito que o principal motivo das pegadinhas existirem é criar um segundo nível de seleção. Já que é preciso reprovar a maioria dos candidatos. Sabe-se que existem mais pessoas preparadas do que vagas, e como não se pode complicar ainda mais as matérias estudadas é preciso criar um novo grau de dificuldades. Mas, acredito que entender as pegadinhas é somente importante para quem já domina a matéria em uso na questão. Obrigado pelo material.

  2. Videos muitos legais adorei o site
    http://www.goldentecdesentupidora.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: