Blog destinado ao estudo, compilação e análise de Pegadinhas de concursos públicos

Quem sou eu para dar conselhos?

É justo que vocês se perguntem: Afinal, quem é esse tal de Eric Savanda para vir aqui nos ensinar a passar em concursos público? Será que ele mesmo já passou em algum? Mostre as suas credenciais, cara!

Tudo bem, não gosto de ficar contando vantagens, mas acho que se estou querendo contribuir com algo que acho que apenas eu e mais ninguém, pelo menos que eu tenha conhecimento, descobri e que pode ajudar a todos os interessados em uma aprovação, é razoável que eu descreva um pouco da minha experiência com concursos.

Em 2001 fui o 2º colocado no concurso para Analista de Tecnologia da Informação – Suporte da Dataprev. Em 2007 comecei a estudar para o disputadíssimo concurso para Analista Judiciário – Área Administrativa do TRT da 1ª Região e fui classificado em 45º lugar. Como haviam apenas oito vagas acabei ficando na 37ª posição no cadastro de reserva com grandes possibilidades de ser convocado dentro do prazo de validade do certame. Nada mal para quem não fez nenhum cursinho e disputou as vagas com quase 7 mil outros candidatos.

Tenho certeza de que se tivesse tido mais tempo para estudar (eu trabalho, lembrem-se) e me inscrevesse em um dos bons cursinhos preparatórios que existem no Rio de Janeiro, teria conseguido me classificar entre os 10 primeiros colocados.

E a que atribuir esse meu sucesso mesmo diante de condições de preparação, digamos, um tanto adversas? Eu atribuo a três fatores que considero imprescindíveis para passar em qualquer concurso público:

a) estudar com regularidade durante tempo suficiente. Comecei a estudar em outubro de 2007 e a prova foi realizada em junho de 2008. Foram portanto 9 meses de estudo ininterrupto. Tinha vezes que eu só podia estudar meia hora por dia ou na condução. Mas a regularidade era um requisito que impus a mim mesmo.

b) atitude confiante e de absoluto despreendimento na hora de fazer a prova. Apesar de confiante, eu não estava nem aí para o fato de não ser classificado.

c) o estudo e análise das pegadinhas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: